O Festival Ativação Criativa é pra quem tem uma atividade criativa e quer se reinventar

Imagine receber na sua casa um grupo de experts que vai ajudar você a ver que, apesar do cenário atual, existem muitas possibilidades de reinventar o seu negócio. Curtiu? Então, é isto que vai acontecer no Festival Ativação Criativa. Serão 5 dias com encontros on-line, gratuitos, transmitidos por streaming no YouTube, com artistas, gestores e empreendedores criativos que conseguiram virar a chave e se reinventaram em plena pandemia.

 

Todas as noites serão temáticas e abertas pela artista e mentora de carreiras criativas Cynthia Domenico, com conteúdos transformadores para chacoalhar seus neurônios e ativar a sua mentalidade realizadora. A cada dia, ela receberá convidados de diferentes áreas, como músicos, performer, poeta, videomaker, bailarino, gestor cultural, produtor musical, marceneiro e clowns. E você vai conhecer não só o trabalho deles, mas também os bastidores de como inovaram em seus negócios para serem sustentáveis.

 

Encerrando a noite, você tem a oportunidade de fazer networking e trocar ideias na sala do Zoom.

Assista, participe e inspire-se!

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook

programação

programação

festivalAC_SOL-06.png
festivalAC_SOL-06.png
festivalAC_SOL-06.png
festivalAC_SOL-06.png
festivalAC_SOL-06.png

DIREÇÃO GERAL E CURADORIA

Foto 1. Cynthia Domenico .jpg

CYNTHIA DOMENICO

Artista, terapeuta e mentora de carreiras criativas. Construiu uma carreira sólida como artista de dança e vídeo, ganhou o Prêmio Mostra de Artistas no Exterior da Fundação Bienal de São Paulo e participou de diversas mostras e festivais nos territórios nacional e internacional. Como produtora cultural, participou de produções internacionais das mais consagradas companhias de dança do mundo. Desde 2011 está à frente da Soma Realizações, produtora cultural, tendo realizado dezenas de projetos no Brasil e no exterior. Em 2014, decidiu ajudar outros profissionais criativos a realizarem seus sonhos e a conquistarem seus objetivos. Criou uma metodologia que une as técnicas de thetahealing, holomentoring e coaching, em um passo a passo que explora de forma prática a relação de pessoas criativas com o empreendedorismo e com o dinheiro. Compartilha seu conhecimento em atendimentos individuais, cursos e workshops on-line.

 

@cynthia.domenico

Foto 2. Heloísa Sobral.webp

Heloísa
Sobral

Em busca de mais qualidade de vida e um trabalho com mais significado pessoal, aos 40 anos, largou sua carreira bem sucedida como publicitária e jornalista (incluindo um período onde dirigiu e criou publicações na Editora Abril) e repensou seus planos futuros. Abriu seu próprio negócio. Desde então, é sócia-fundadora da MUDA Práticas, empresa de projetos culturais, onde realiza projetos criativos e transforma ideias em negócios. Cria e produz projetos culturais de artes visuais, fotografia, literatura, cinema, museologia, arte urbana, instalações artísticas e intervenções urbanas, com especial foco em ações inovadoras de incentivo à leitura. Criou, fez curadoria, dirigiu e implementou mais de 500 ações de promoção da leitura no estado de São Paulo, buscando despertar o interesse do público adulto pela leitura, ações que considera fundamentais para a educação continuada e evolução das pessoas, da sociedade e do País. Compartilha sua experiência em cursos, workshops e consultorias. Desde 2015, junto com Cynthia Domenico, realiza o curso Ativação Criativa: transforme seu talento em um negócio rentável. É professora da EduK, maior site de educação brasileiro com o curso “Meu negócio criativo: como começar e expandir”. Faz o que gosta!


@sobralheloisa

Produção Executiva e Mediação das Salas de Bate-Papo
Foto 3. Markito Alonso.JPG

Markito
Alonso

Colecionador e contador de histórias, iniciou sua carreira com foco em produções e locuções radiofônicas. Foi locutor, roteirista e programador da Web Rádio do Centro Cultural São Paulo entre os anos de 2003 e 2011. Nos anos de 2012 e 2013, geriu o espaço Multimeios do Centro Cultural da Juventude, sendo responsável pela produção audiovisual da instituição, além de gerir e programar oficinas voltadas para a produção e criação musical. Criou programas de rádio para a Rádio Escuta e para a Rádio Eterogenia (CCE_Cordóba).  Em 2014 esteve como produtor literário na Livraria Martins Fontes Paulista.  Em 2015 optou por pegar suas histórias e levá-las aos palcos por meio do projeto “Quando coisas reais acontecem a seres imaginários” com foco na narração oral e gráfica. Para 2020, estava programada a turnê de lançamento de seu livro, em parceria com o ilustrador Rodrigo Taguchi, “Quando criança”, porém foi interrompida por conta da pandemia, querendo manter a divulgação do trabalho, a dupla transformou o livro em obra audiovisual, transmitindo-o por diversos lugares como: Encontro de Contadores de Histórias de Londrina, Fábricas de Cultura Jaçanã, Biblioteca Menotti del Piccia, Centro Cultural da Vila Formosa, Casa de Cultura Cidade Ademar e Fábrica de Cultura Brasilândia. 


@alonsosetaguchis

festivalAC_bolinha-07.png

Artistas e especialistas convidados 

Bio andre martinez02.jpg

André Martinez

Pioneiro no desenvolvimento de modelos transversais de gestão cultural no Brasil, formou-se pelo programa Artistas do Invisível (The Proteus Initiative/Instituto Fonte). Em 2005, lançou o livro Democracia Audiovisual (Escrituras) e iniciou uma incursão eventual no universo da realização independente. Seus filmes investigam a obra de artistas que fazem pensar sobre a diversidade complexa do Brasil. Dirigiu diversos curtas, videodanças e o longa-metragem O Guru Selvagem (2007), sobre o tropicalista Jorge Mautner. Sua metodologia de formação de empreendedores criativos recebeu, em 2012, o Prêmio Economia Criativa, categoria Formação para Competências Criativas, concedido pelo Ministério da Cultura. Atua como consultor da Rede Cidades Criativas da UNESCO, professor e conteudista do MBA New Branding Innovation (Faculdades Integradas Rio Branco) e do curso de extensão Gestão Cultural da PUC-SP, entre outros.
 

sociocriativo.info
 

• Instagram @andremartinezaprax

• Facebook @andremartinezaprax e @sociocriativo

• LinkedIn linkedin.com/in/sociocriativo

Dia 11. Daniel Minchoni.jpg

Daniel Minchoni

Artista da fala. Poeta performático, estuda a oralidade e tem larga experiência com intervenções urbanas com poesia. Desde 1998, em Natal, pesquisa este campo em saraus, praias e ruas da cidade onde fundou o poesia esporte clube em 2001, o selo literário jovens escribas com amigos em 2004 e influenciou a criação do grupo iapois poesia, composto por jovens de 12 a 20 anos. Em São Paulo desde 2006, fundou o sarau do burro, o selo doburro, o cabaret revoltaire, o menor slam do mundo, e participou da fundação do slam do corpo e do rachão poético, eventos abertos para experimentação poética e pra performances. É idealizador do phala’cia, núchleo phermanente de expherimentação em pherphormance e phalaphoética. Seus livros de cabeceira são escolha o título (2006), iapois poisia (2013), ouvivendo (2013), carnevais (2013), nos be gods de olavo (virtual – 2014), ex-porro, poema sugo (2014) e rosário de boatos ou trancelim de outros (2016). encabeça também as antologias doburro e do menor slam do mundo.


@danielminchoni


 danielminchoni.tumblr.com

Bio%20fernando%20maiolo_edited.jpg

Fernando Maiola

Diretor de Planejamento e Estratégia do Portal MUD. Engenheiro de Automação pela Universidade Federal de Santa Catarina com pós-graduação em Administração Estratégica pela FIA/USP. Trabalhou 10 anos no Mercado Financeiro, é entusiasta de Educação Financeira e de Empreendedorismo Digital.


facebook.com/fernandomaiola


@instajumping

Dia 10. Gui frame gravando em casa.jpg

Guilherme Chiappetta

Músico e produtor musical. Desde 2001, compõe e grava músicas para filmes, peças de teatro, espetáculos de dança e cinema. Participou do documentário “O Haver”, uma homenagem do artista Elifas Andreato ao amigo Vinicius de Moraes, com Paulinho da Viola, Toquinho, Martinho da Vila, Zeca Baleiro, Carlinhos Vergueiro, Teresa Cristina, Edvaldo Santana, Badi Assadi, Celso Viafora, Antonio Nóbrega, Chico Cesar, Gabriel O’Pensador, Renato Teixeira e Chico Buarque. Desde 2012 realiza trilha sonora ao vivo para filmes mudos, jams de dança e live painting. Em 2015 fez o áudio do filme experimental "A Quarta e Ultima Morada" de Mariana Shellard. Com o coletivo Bijari, fez trilha para SESC TV, videoarte 360 graus e projeto imersivo para a SP Arte 2017. Participa como músico do Núcleo de Cinema Experimental do MIS – Museu da Imagem e do Som desde 2018. Em 2020, criou o curso “Gravando em casa”, ministrado de maneira remota para auxiliar o público a encontrar a melhor maneira para capturar áudio em casa.

facebook.com/public/Guilherme-Chiappetta
 

@guilhermechiappetta
 

Dia%209B_edited.jpg

Julia Barnabé

É uma das fundadoras da Cia Cromossomos, grupo de palhaços que realiza apresentações e expedições artístico humanitárias em áreas de vulnerabilidade social no Brasil e no exterior. É colaboradora dos Palhaços Sem Fronteiras Brasil. Iniciou sua trajetória circense no Circo Escola Picadeiro em 2004. Estudou palhaçaria com importantes mestres como Phillipe Gaulier (França), Chacovachi (Argentina), Cristiane Paoli Quito, Ricardo Puccetti, Esio Magalhães, Domingos Montagner e Fernando Sampaio (Brasil). Formada na Escola Internacional de Teatro Estudis Berty Tovías (Barcelona), também atua como marionetista e atriz. Em 2014, fundou a Cia Tu Mateixa e criou o espetáculo “Laia e o voo da imaginação”, onde atua e manipula a marionete de fios, Laila, feita em madeira pela artista. Julia e Laila já percorreram diversas ruas e teatros da Espanha, Brasil, Portugal, Paraguai, Bélgica, Itália, Rússia, Suíça, Eslovênia  entre outras nações. Cria marionetes, espetáculos e workshops em seu ateliê. É socióloga de formação.


facebook.com/julia.barnabe
@juliabarnabe_jubileu/
facebook/ciatumateixa
www.ciatumateixa.com.br

Dia 13. Raphael Franco.jpg

Raphael Franco

Raphael explora a relação entre o ser humano, a natureza, a paisagem e o ambiente urbano, refletindo sobre o modo com o qual nos relacionamos e transformamos o espaço ao redor. Desde 2006, tem trabalhado em projetos individuais e colaborativos, seja como artista visual, marceneiro, educador ou músico experimental. É membro fundador dos coletivos Novas Espécies, A Batata Precisa de Você, e, mais recentemente, o Coletivo Didgeridoo Brasil. Como músico de didgeridoo participou dos discos Quebra Quebranto (Clarianas) e UNUS MUNDUS (Pedra Branca), além de diversas colaborações sonoras.  Como artista plástico, já realizou exposições nacionais e internacionais (Inglaterra, Bélgica, Itália e Espanha). Foi contemplado pelo programa de Exposições do CCSP 2007 (prêmio aquisição). O artista possui trabalhos em coleções privadas e institucionais como a Pinacoteca Municipal de SP (CCSP) e Cittadellarte (Itália). Realizou residências no Rio de Janeiro (Espaço Saracura, 2017),  Espanha (CCeRCA, 2009) e Itália (UNIDEE 2011). Com sua paixão pelas artes visuais, ecologia e marcenaria, criou sua empresa "phlab", pela qual desenvolve brinquedos educativos sustentáveis e projetos de marcenaria criativa.


@raphaelfrancoart; 
@p.h.l.a.b; 
facebook.com/raphaelfrancoart

Dia%209C_edited.jpg

Rocio Walls

Nascida na Argentina, a artista se radicou no Brasil seis anos atrás. Trouxe na sua mala de viagens diversos espetáculos com os quais se apresentou nas ruas, em festivais de teatro de bonecos, marionetes e circo, entre a América Latina e a Europa.
Em Minas Gerais, trabalhou com o Grupo Giramundo em montagens de espetáculos, atuação, manipulação, construção de bonecos em seriados de tv e peças de teatro,  participou também ministrando  oficinas no Museu Giramundo. Com Cia Pigmalião Escultura que Mexe fez construção, treinou manipulação e oficinas de marionetes gigantes e de fios para espetáculos. Junto a Cia Tu Mateixa, foi contemplada pelo Fomento ao Circo com o projeto “Circo das Marionetas Viajantes” em 2020 e, em 2019, desenvolveu oficina para o “Laboratório de Construção de Marionetes de Fios” contemplado pelo Prêmio Cleyde Yáconis. Participou  do Circuito Sesc de Artes em 2019 com o Projeto Du Salzane Autômatos.

 

@naciadasmarionetes
facebook.com/dew.w.fish
https://www.youtube.com/channel/UC1jhTMaf5RbHdCCne1hazEA

 

bio Talita Bretas.jpg

Talita Bretas

 Idealizadora e diretora executiva do Portal MUD e Museu da Dança, fundado em 2014, uma plataforma de dança online que pensa, divulga e democratiza a dança como arte, saber e profissão. É pós-graduada em Museologia pela Universidade Cândido Mendes (2020) e em Gestão Cultural pelo Centro Universitário SENAC (2012). Graduada em Dança com especialização em Produção Cultural pela Universidade Anhembi Morumbi (2008). Fez intercâmbio para Santiago do Chile cursando Dança na Universidad de las Americas através da Rede Laureate de Universidades (2007). Começou a trabalhar com Produção Cultural no ano de 2006 na Secretaria de Estado da Cultura pelo TD - Teatro de Dança e por 10 anos foi coordenadora de produção de vários projetos de artistas e Cias. independentes do cenário da dança em São Paulo, contemplados por editais e leis de Fomentos, através da empresa Ação Cênica Produções Artísticas.


facebook.com/portalmud
@talitabretas

Dia 12. Vanessa Hassegawa.jpg

Vanessa Hassegawa

Pesquisadora de dança da Amazônia paraense, curadora, artista do campo da videodança|dança para a tela e relações públicas. É mestranda em Artes da Cena pela Unicamp, onde investiga as relações das danças contemporâneas produzidas para as mídias “da palma da mão”. É uma das idealizadoras da mostra Prosa, Vídeo e Dança, do qual acumula o acervo de cerca de 100 videodanças curadas, provenientes de vários países do mundo. Sócia do Coletivo Las Caboclas de videodança, com produções que circularam por festivais de dança e vídeo pelo Brasil, Nova Zelândia, Espanha, Portugal, México, Argentina, Chile e Bolívia. Seu trabalho mais recente, a videodança “Qual pele me Reveste?”, foi realizada sob aval da Oficina Cultural Oswald de Andrade (São Paulo), e foi produzida sem interação física com 13 artistas-mulheres de diversas regiões do país.

@vanessa_hassegawa

Screenshot 2021-02-01 at 01.50.17.png

Mais informações ativacaocriativa@gmail.com
 

Imprensa Cristiane Sampaio (11) 9 9834-0264 e (11) 4551-7958

contato@actacomunicacao.com.br 

FICHA TÉCNICA
 

Curadoria: Cynthia Domenico e Heloísa Sobral 
Apresentação: Cynthia Domenico
Produção executiva: Markito Alonso
Convidados: André Martinez, Daniel Minchoni, Fernando Maiola, Guilherme Chiappetta, Júlia Barnabé, Raphael Franco, Rocio Walls, Talita Bretas, Vanessa Hassegawa 
Edição dos vídeos: Clayton João

Design: Laura Sobral
Plataforma de transmissão: André Siroto
Assessoria de Imprensa e Redes Sociais: Acta Comunicação Integrada 
Site:
Estúdio Amarelinha | Marcio Yonamine

 

Classificação Livre